Fernando Almeida Alves



Fernando Almeida Alves
Vencedor
Organização: Rede Cidadã
Tema: Geração de trabalho e renda para jovens menos favorecidos, por meio da mobilização, identificação do perfil profissional, capacitação, inserção no mercado de trabalho e acompanhamento após a contratação
Lugar de Atuação: Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Ceará, Goiás e Amazonas
Problema que aborda

Cerca de 2/3 da população economicamente ativa desempregada no Brasil é formada por jovens de 18 a 24 anos. Ou seja, são 18 milhões de jovens sem trabalho em todo o território nacional. Um dos principais motivos desta realidade é o baixo nível escolar e a deficiente formação para o mercado de trabalho. Um quadro que pode piorar ainda mais, considerando que 9,6 milhões de jovens entre 15 e 29 anos não estudam nem trabalham, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizada em novembro de 2013. Esta parcela da população jovem é formada principalmente por mulheres, muitas delas com filhos. Trata-se de motivo de grande preocupação, sobretudo com o envelhecimento da população brasileira. Neste sentido, o objetivo principal da Rede Cidadã é a transformação social destes jovens por meio da integração entre vida social e profissão, ajudando-os na capacitação e inserção no mercado de trabalho.


Modelo de intervenção

A Rede Cidadã aposta no trabalho como fonte de vida e condição básica para a juventude tornar-se sujeito de sua história, com autonomia e cidadania. Para isso, conta com um modelo de redes sociais efetivas, de complementaridade de ações. Ou seja, por meio convênios com orgãos sociais e municipais, é feito o mapeamento e capacitação de jovens dentro de suas próprias comunidades. Em seguida, por meio de Termos de Parceria com a iniciativa privada, os jovens são direcionados para as empresas de acordo com seus perfis e aptidões. A sistematização da metodologia permite que equipes de diferentes cidades atuem de forma coordenada, facilitando o acompanhento dos resultados para maior efetividade do projeto.

Impacto Social

O Rede Cidadã já conseguiu inserir 33.624 jovens de baixa renda no mercado de trabalho. No total, 1.780 empresas receberam os novos trabalhadores. O projeto também apoiou 1.213 micro e pequenos empreendimentos, beneficiando aproximadamente 3.600 empreendedores. Foram mobilizados ainda 2.543 voluntários, que atuaram em 638 organizações sociais. Acelerando a participação destes jovens nos processos seletivos das empresas, a Rede Cidadã acredita que contribui para que a renda dessas pessoas e de suas famílias cresça com mais rapidez.

Dimensão econômico-financeira

A Rede Cidadã consegue gerar receita por meio da entrega de seus serviços, mas também conta com fundos nacionais e internacionais, além de doações de empresas privadas para arcar com os custos administrativos, operacionais e as despesas com a equipe. A organização estabelece auditoria interna e externa anualmente, além de profissionais dedicados à gestão e ao planejamento financeiro.

Potencial de crescimento

A Rede Cidadã planeja crescer por meio de contratos de três anos com empresas investidoras. Neste período, o projeto firma parcerias com empresas locais, visando a consolidação do trabalho e a sustentação financeira de longo prazo. Além da participação de empresas, o projeto criou uma área de Fundraising, que atua na montagem de propostas com base na Lei do FIA – Fundo para a Infância e Adolescência. A Rede Cidadã pretende abrir três filiais ainda neste ano usando os recursos do FIA.

História pessoal

O interesse pela mobilização social veio desde seus 18 anos, quando, em Juiz de Fora/MG, Fernando Alves criou com amigos a Associação dos Moradores do Bairro Costa Carvalho, para que os adultos com atraso escolar pudessem concluir o ensino fundamental e médio. Depois, formado em Ciências Sociais, atuou como professor de História, Sociologia e Antropologia durante 15 anos. A luta por melhores condições de trabalho o levaram para a direção do Sindicato dos Professores de Juiz de Fora, por 9 anos. A aproximação com movimentos de redemocratização lhe deu visibilidade para que fosse convidado como Diretor de Recursos Humanos e Secretário de Administração de Belo Horizonte; e depois Secretário dos Direitos de Cidadania do então prefeito Célio de Castro. A experiência nas esferas sociais, privadas e políticas fez com que Fernando pudesse planejar o modelo da Rede Cidadã, que une o melhor dos três setores da economia para uma efetiva transformação social.


Endereço

Rede Cidadã
Rua Alvarenga Peixoto, 295, 5° andar – Lourdes
Belo Horizonte – MG
Telefone: (031) 3290-8000
Email: Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.
Site: www.redecidada.org.br