Fábio Bibancos de Rose



Fábio Bibancos de Rose
Vencedor
Organização: Turma do Bem
Tema: Gerenciamento de uma rede com 16 mil dentistas voluntários em 14 países, que oferece atendimento odontológico gratuito à população de baixa renda com graves problemas bucais. São atendidos jovens de 11 a 17 anos e mulheres vítimas de violência. O projeto já beneficiou 61 mil pessoas.
Lugar de Atuação: Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai, Venezuela e Portugal.
Problema que aborda

No Brasil, de acordo com o Conselho Federal de Odontologia, 20% da população não vai ao dentista por falta de dinheiro; 46% consideram difícil o acesso ao dentista; 1/3 não concluem o tratamento público por problema de agendamento; 68% não sabem que têm direito a tratamento odontológico pelo SUS; 20 milhões nunca tiveram acesso ao dentista; e 16 milhões já perderam todos os dentes. O tratamento gratuito oferecido pelo projeto tem por objetivo evitar a exclusão social causada por problemas odontológicos resultantes da falta de acesso à saúde bucal. Desta forma, é possível amenizar as consequências deste círculo vicioso de pobreza, no qual algumas pessoas são impedidas de ingressar no mercado de trabalho e, com isso, nunca deixam a situação de pobreza.


Modelo de Intervenção

Os voluntários do programa Dentista do Bem, o principal projeto da TdB, atendem em seus próprios consultórios, doando ainda o material utilizado nos procedimentos. Há um coordenador regional, que é responsável pelo cadastramento de novos voluntários e pela triagem em escolas públicas e outros projetos sociais. A equipe da TdB cuida da seleção, encaminhamento e acompanhamento dos jovens que são atendidos pelo projeto. Vale destacar que a seleção é feita por meio da aplicação de um índice de prioridade, que beneficia os jovens com maior grau de vulnerabilidade social, maior índice de problemas odontológicos e maior proximidade com o período de ingresso no mercado de trabalho. Os selecionados são encaminhados para um dentista em um raio de 10 km de sua casa. Uma vez no projeto, o jovem será atendido até os 18 anos de idade.

Impacto Social

O projeto Dentista do Bem conta com o trabalho de 16 mil dentistas voluntários, o que o caracteriza como a maior rede de voluntariado especializado no mundo, segundo a Ashoka. Está presente em 1.500 municípios de 14 países (Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Uruguai, Venezuela e Portugal). Ao todo, mais de 60 mil jovens já foram impactados pelo trabalho. O modelo de gestão garante o excelente aproveitamento dos recursos: o atendimento de cada jovem gera um ônus de apenas R$ 100,00/ano para a TdB, que devolve para a sociedade um tratamento de aproximadamente R$ 12.000,00.

Dimensão econômico-financeira

O projeto conta com um coordenador Administrativo- Financeiro, responsável pela gestão das contas bancárias, pagamentos e demais operações financeiras da organização. Ele é subordinado à Presidência e ao corpo gestor da TdB (formado por Superintendente, Diretora de Projetos, Diretor de Captação de Recursos PJ, Diretor de Captação de Recursos PF e Diretor de Comunicação), que são responsáveis pelo acompanhamento dos gastos e gestão dos investimentos. Além disso, um escritório de contabilidade cuida da gestão contábil da organização. As contas da instituição são auditadas anualmente pelo Ministério da Justiça (para renovação do termo de OSCIP) e por uma auditoria externa independente (em 2015, a 4Partners), contratada pela TdB para verificar os processos administrativo-financeiros. Os relatórios finais estão disponíveis no site (http://turmadobem.org.br/br/turma-dobem/ prestacao-de-contas).

Potencial de crescimento

O prêmio Visionaris permitirá que a TdB inicie e gerencie o tratamento odontológico de cerca de 885 beneficiários selecionados em uma ampla triagem, que será realizada no dia 28 de abril e vai reunir mais de 65 mil jovens em 300 municípios de 12 países (a expectativa é que cerca de 10 mil casos urgentes sejam selecionados nessa data). Os recursos vão incrementar a estrutura atual (quadro de funcionários, equipamentos etc.) para possibilitar o atendimento dos beneficiários.

História pessoal

Fábio nasceu no Ipiranga, um bairro vizinho à favela de Heliópolis, uma das maiores do País. Desde a época do colégio, ele já colaborava com projetos sociais na região. Na faculdade de odontologia, Fábio participou das aulas de Atendimento a Comunidades Carentes, mas já pensava que iniciativas de atendimento e ajuda para este público deveriam ser mais humanizadas. Seu trabalho no consultório era procurado por vários artistas e isso fez com que ele ganhasse visibilidade. Fábio aproveitou a situação e estruturou o programa "Adotei um Sorriso", da Abrinq. Mas ele ainda queria avançar. A partir de uma seleção mais estruturada dos beneficiários e priorizando o impacto social, ele lançou o projeto Turma do Bem.


Endereço

Associação Fazendo Historia
Rua Sousa Ramos, 311. Vila Mariana.
São Paulo – SP
Telefone: (11) 5084-7276
Email: Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.
Site: www.tdb.org.br