Priscila Fonseca da Cruz



Priscila Fonseca da Cruz
Finalista
Todos Pela Educação
O TPE atua nas áreas técnica, comunicação, conteúdo e mobilização, de forma a articular diferentes pessoas e organizações para a formulação de ações e agendas de incidência em políticas públicas de educação e realiza as ações, com os parceiros, para a efetivação das mudanças.
Local de atuação: Brasil
Problema que aborda

O Brasil tem como principal desafio para a construção de uma nação que cresce e promove o desenvolvimento social, com redução das enormes desigualdades que ainda persistem, a conquista de Educação de qualidade para todas as crianças e os jovens do país. Sem isso, continuaremos a enfrentar as múltiplas crises, como a que vivemos hoje. São 48 milhões de alunos que ainda têm acesso a uma qualidade muito baixa da Educação, chegando ao estarrecedor número de 7% apenas que aprendem o mínimo esperado em Matemática ao final do ensino Médio. São jovens que estão ingressando no mercado de trabalho ou no Ensino Superior sem a base necessária para seu desenvolvimento como cidadão e profissional.
Um dos caminhos mais efetivos para enfrentar essa grave situação é a qualificação dos professores (não por acaso é a frente de trabalho e incidência mais forte dentro do TPE, batizada de Profissão Professor).


Modelo de Intervenção

Antes do TPE, a sociedade civil não participava de forma organizada e articulada no debate, definição e formulação das políticas educacionais. Uma grande contribuição do movimento foi ter colocado a Educação na agenda de diversos setores, ampliado a participação, qualificado o debate e ter sido uma voz atuante na demanda por uma educação de qualidade para todos. Antes, não havia quem defendesse os direitos dos estudantes e o TPE assumiu esse papel de defender qualidade do ensino como forma de ampliar as oportunidades para os jovens brasileiros.


Impacto Social

Ter colocado o tema Educação na imprensa e mídia brasileira, com alcance a milhões de brasileiros que se conscientizaram mais em relação à importância da Educação para suas vidas e para o País, o TPE atuou fortemente na elaboração, melhoria e aprovação de medidas importantes para a progressividade dos resultados educacionais.

resultados priscila fonseca

Dimensão econômico-financeira

O movimento possui um Conselho de Governança, responsável pela definição das políticas de governança do TPE e direcionamento político estratégico, e um Conselho Fiscal, ao qual compete fiscalizar a gestão financeira do Conselho de Governança e é composto por 3 membros eleitos pela Assembleia Geral.

Além do Conselho Fiscal, o TPE possui uma equipe administrativo-financeira composta por uma diretora, uma coordenadora e uma assistente, responsáveis por executar as atividades da área administrativa e financeira, mantendo todos os controles organizados e atualizados para o bom funcionamento da organização. A área financeira envolve o planejamento, a análise e o controle das atividades administrativas financeiras do TPE e sua gestão está associada à coordenação das atividades relacionadas à contabilidade financeira, aos pagamentos de impostos, aos sistemas de informação gerencial, gestão do caixa e decisões referentes ao departamento pessoal. Todos os atos de gestão são observados os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e eficiência. As contas são auditadas por uma auditoria independente.



Potencial de crescimento

Caso sejamos o vencedor ou um dos finalistas, vamos alocar o recurso na frente Profissão Professor, para a realização de uma conferência a ser realizada no final de 2017 que debaterá cases de sucesso, nacionais e internacionais, de formação docente e construção de referenciais para a atuação docente.



História pessoal

NEu estudei em uma escola católica que realizava projetos de voluntariado, as missões no Jardim Varginha, periferia de São Paulo. Desde cedo, minha formação foi a de devolver para a sociedade e para os que tiveram menos oportunidades, o que eu recebi pela Educação. Comecei dando aulas de reforço de matemática para as crianças menores e depois organizava as aulas de teatro e as apresentações de final de ano. Fui para a universidade, primeiro me formei em Administração de Empresas pela FGV e depois em Direito na USP. Achei que seguiria uma carreira “tradicional” em empresas, quando veio a oportunidade de me juntar ao grupo coordenador do Ano Internacional do Voluntário da ONU em 2001. Ao final dessa experiência fui uma das fundadoras do Faça Parte, ONG que fomentava o voluntariado nas escolas e em 2005 veio a ideia de construir um movimento pela educação pública de qualidade para todos, o que viria a ser o Todos Pela Educação. Com o apoio fundamental de 3 pessoas, a Maria Lucia Meirelles Reis (Centro de Voluntariado de São Paulo), Milú Villela (MAM e Itaú Cultural) e Luis Norberto Paschoal (Fundação Educar), realizei entrevistas com 70 pessoas para a formulação das metas e estratégias do TPE. Até hoje essas 70 pessoas fazem parte do movimento. Em setembro de 2006 lançamos o TPE no Museu do Ipiranga.



Contato

ligo todos pela educacaoAv. Paulista, 1294 - Paraíso, São Paulo - SP, 01310-000
Tel: +5511 3145 5377
E-mail: Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.
http://www.todospelaeducacao.org.br/