Suzana Machado Pádua



Suzana Machado Pádua
Vencedora
IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas
O IPÊ trabalha pela conservação da biodiversidade do País, por meio de ciência, educação e negócios sustentáveis. Presente na Mata Atlântica, Amazônia, Pantanal e Cerrado, realiza cerca de 30 projetos com pesquisa científica da fauna e da flora, educação ambiental e envolvimento comunitário, intervenções em paisagens, negócios sustentáveis e apoio em políticas públicas. O IPE também é criador da ESCAS - Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade.
Local de atuação Brasil
Problema que aborda

O trabalho do IPE busca formas de mudar realidades locais que, somadas, vão gerar impactos globais positivos social e ambientalmente. O IPE trabalha com o princípio de que a participação social é essencial para a mudança. De forma inovadora, com comunidades, gestores governamentais, empresas, sociedade e pesquisadores, traça estratégias para que os interesses sociais alinhem-se as necessidades de conservação da Mata Atlântica, Amazônia, Pantanal e Cerrado. Sob um modelo de conservação criado pelo próprio IPE realiza: pesquisas de fauna; educação ambiental de cidadãos; restauração de florestas e paisagens e apoio na gestão de áreas protegidas; negócios sustentáveis com comunidades; e, apoio a políticas públicas.


Modelo de Intervenção

A forma de atuação do IPE é inovadora porque cria um elo com as comunidades locais onde realiza seus projetos. Ao serem de longo prazo, ouvem os anseios das populações e os aproxima da importância da conservação da biodiversidade. Muitas vezes, as pessoas sequer reconhecem que os problemas sociais e econômicos da região tem ligação direta com a forma de uso dos recursos naturais.


Impacto Social

Os impactos sociais do IPE estão diretamente ligados às iniciativas e benefícios ambientais que promove. O social é inseparável do ambiental. Não há boa qualidade de vida sem um ambiente equilibrado. Nosso foco é no conjunto que inclui pesquisas com 6 espécies da fauna ameaçadas ou vulneráveis e o plantio de mais de 2,6 milhões de árvores na Mata Atlântica, que protegem animais, conservam a água de locais como o Sistema Cantareira (SP) e formam o maior corredor reflorestado do Brasil. Tudo isso com a participação da sociedade que se beneficia direta ou indiretamente em cada ação do IPE. Nossos programas de educação ambiental atingem em média mais de 10 mil pessoas por ano e iniciativas de envolvimento comunitário geram renda e informação para produção sustentável que beneficiem seres humanos e natureza. A disseminação de conhecimento sobre conservação e sustentabilidade já alcançou mais de 6 mil pessoas por meio de cursos da ESCAS - Escola Superior de Conservação Ambiental e Sustentabilidade.

imgs suzana machado

Resultados em 2016

resultados suzana machado



Dimensão econômico-financeira

Temos profissionais especializados em contabilidade e administração. Contamos com uma Controller e, todos os anos, nossas contas são auditadas por empresas externas. Vale mencionar que temos um conselho formado por profissionais bastante competentes em suas áreas de atuação. O Conselho é dividido em Consultivo, Administrativo e Fiscal. Existe uma responsabilidade compartilhada entre a administração geral do IPE e os coordenadores dos projetos pela gestão financeira das iniciativas.



Potencial de crescimento

Meu sonho no momento é fortalecer iniciativas com mulheres em locais remotos, oferecendo oficinas de capacitação em áreas que possam beneficiar suas famílias e a valorização da natureza local. Outra área que me interessa é obter apoio para bolsas de estudos. Aperta meu coração quando temos bons candidatos sem possibilidade de arcar com os investimentos necessários. Precisamos encontrar meios criativos de adoção de alunos e cátedras (com nome de empresas) para viabilizar nossas áreas educacionais de forma sustentável.



História pessoal

Meu Pai era um caçador. Sempre o questionei sobre o porquê matava animais, quando sua beleza era em vida. A palavra conservacionista nem existia. Mas, devo a ele ter nos proporcionado oportunidades de irmos a áreas naturais em várias partes do Brasil. Isso me trouxe ligação e enorme amor pela natureza, que me move até hoje a trabalhar em prol de sua proteção. Depois, casei com o Claudio Pádua, um idealizador, plantador de sonhos, mas realizador de mão cheia.

Quando fui morar no Pontal do Paranapanema, convivi pela primeira vez ao lado de quem passava necessidades. Foi aí que inclui o ser humano como prioridade e passei a integrá-lo a tudo o que fazia. Enquanto Claudio cuidava dos estudos ecológicos, eu me concentrei nos aspectos humanos, oferecendo educação ambiental e alternativas de renda que trouxessem uma vida mais digna.


Contato

ligo ipeRod. Dom Pedro I, km 47 - Nazaré Paulista, SP, Brasil - Caixa Postal 47 - 12960-000
Tel: +5511 3590 0041
E-mail: Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.
http://www.ipe.org.br/